sábado, 21 de junho de 2014

O Canto na Igreja
                                                                                                
                                    Escrito por: Fábio Henrique Pavanelli

Na igreja, a função do grupo de canto é simples, fazer com que a assembleia cante e reze através do canto. Importante observar isso, durante as missas e celebrações da Palavra, caso a assembleia não estiver cantando alguma coisa esta errada, talvez o som muito alto, instrumentos ou cantores desafinados, talvez a falta de oração da equipe de canto.
Importante a escolha certa dos cantos, cada um em seu determinado tempo litúrgico e momento certo durante a missa, veja abaixo a sequência deles em uma missa.

Entrada
Ato penitencial
Glória
Acolhida da palavra
Salmo
Aclamação ao Evangelho
Ofertas
Santo
Paz
Cordeiro
Comunhão
Envio

Dependem as ocasiões alguns mudam e outros são  acrescentados como aspersão, cantos de adoração ao santíssimo, sequências após segunda leitura... 
Importante também saber algumas regras básicas para escolher os cantos certos, veja como é fácil :

1-    Tempo litúrgico
2-    Ler primeiro o Evangelho do dia
3-    Saber o salmo do dia
4-    Escolher de acordo com a sequência acima
5-    Respeitar cada momento da missa.

O canto de entrada deve ser terminado assim que o celebrante e as pessoas se posicionem em seus devidos lugares, alguns cantos também não precisa anunciar o número do livro assim ajudando no momento da oração, cantos que não precisa ser anunciados : salmo, sequências, santo, paz e cordeiro.
 Por exemplo, cada momento da missa reflete algo muito importante, o ofertório nos faz refletir em o que temos para ofertar? Nossa vida? Nossos dons? Tem no livro muitos cantos nesse sentido, na comunhão, um momento intimo com Deus, nos pede a suavidade, espiritualidade, intimidade com Deus.
Importante também lembrar o uso correto do microfone, uma dica é cantar com distância de um dedo do microfone e não gritar pois a função dele é justamente ampliar nossa voz. Isso também vale para quem for ler. Vozes e instrumentos devem caminhar juntos em sintonia, instrumentos um pouco mais baixo que as vozes para fazer somente um acompanhamento. Cantar em grupo é diferente de cantar sozinho, porque estamos cantando em equipe, um ajudando o outro, claro que há momentos em que se deve somente um cantar no caso por exemplo de um salmo, nos outros cantos vai do bom senso de cada um, bom senso é uma coisa importante para cantar bem na igreja e ter uma ótima sintonia.
Então para que saber tudo isso? Seria muita exigência ? não teríamos de buscar a simplicidade?
Isso faz com que nos perguntemos, mas a pergunta maior seria: Deveria eu dar o meu melhor a Deus ? ou ficar na mesmice ?
Nunca é demais, somos seres em eterna construção, na qual todo dia é tempo de aprender e ensinar. E no exemplo da seguinte oração para sermos bons fiéis, poderíamos sempre estar rezando e vivendo a seguinte oração:
Oração de São Francisco

Senhor fazei-me instrumento de Vossa paz
Onde houver ódio
Que eu leve o amor
Onde houver ofensas
Que eu leve o perdão
Onde houver discórdia
Que eu leve a união
Onde houver dúvidas
Que eu leve a fé
Onde houver erro
Que eu leve a verdade
Onde houver desespero
Que eu leve a esperança
Onde houver tristeza
Que eu leve alegria
Onde houver trevas
Que eu leve a luz
Oh Mestre, fazei que eu procure mais
Consolar que ser consolado
Compreender que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para vida eterna. Amém
Vivamos então na graça de louvar a Deus através da música, um presente lindo que ele nos deu !!!!!!